quarta-feira, 12 de maio de 2010

As rochas, o solo e os seres vivos 3

Para a conservação e protecção dos solos existem várias técnicas que se podem utilizar:
correcção dos solos,
drenagem,
irrigação ou rega,
reflorestamento,
estabelecimento de cortinas de árvores,
culturas em socalcos e curvas de nível,
rotação de culturas,
adequação das culturas ao tipo de solo,
desenvolvimento planeado do uso do solo,
evitar a poluição.

As rochas, o solo e os seres vivos 2

As principais ameaças que podem afectar os solos de uma região são:
as chuvas fortes,
o desbaste de florestas de forma impensada,
o pastoreio excessivo,
o regime de monocultura,
fogos e a erosão que se lhes segue,
a aplicação de fertilizantes e pesticidas,
resíduos industriais perigosos,
a expansão urbana e rodoviária e outras obras

As rochas, o solo e os seres vivos

Atendendo à diferente permeabilidade
é possível considerar:
solos permeáveis,
solos impermeáveis,
solos semipermeáveis.
Atendendo à quantidade relativa dos seus constituintes, é possível classificar os solos em:
solos argilosos,
solos arenosos,
solos calcários
e solos francos.

O Solo e as Rochas

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Efeito de Estufa2

Efeito de estufa




Aquecimento Global - Efeito de Estufa

O aquecimento global do planeta é uma cosequência do que habitualmente se denomina «efeito de estufa».
o efeito de estufa da atmosfera é um fenómeno natural e necessário para que as temperaturas na Terra, sejam adequadas aos seres vivos.Mas o excesso de Dióxido de carbono, provocado por exemplo, pelos incêndios, pelas indústrias, pode aumentar o efeito de estufa, pois impede a saída do calor do sol para o espaço, fazendo com que as temperaturas subam demasiado na Terra.
Este aquecimento provoca o degelo nos polos, o que leva à subida do nível médio das águas do mar.